Pages

domingo, 1 de agosto de 2010

Hoje é tarde


Hojé é tarde!
Tu me desejas e me queres,
Mais só encontra sofrimento,
Ódio e desprezo em minha pessoa.

Eu não mereço amor igual ao teu,
Muito menos desfrutar de tal beleza.
Teu sorriso encantador desperta
Desejos inexplicáveis.

Mas hoje é tarde!
Só posso oferecer-te desgosto,
Isso eu não posso entender.
Hoje choro por não poder mudar,
E só penso em ir pra longe.

Me pergunto:
Quantos reencontros ainda virão?
Momentos como esse?
Nosso amor hoje se limita a
Lembranças. E não passará disso.

Tu sorris pra mim,
Mas não adianta...
Hoje é tarde!
Nosso amor é apenas lembrança.

Por: André Alves

7 comentários:

  1. Passei para conhecer esse espaço que chamo de amor, Parabéns, seu blog é simplismente belo.
    Esse poema que li, muita emoção me causou.
    Sou sua mais recente seguidora.
    Conheça tbm meu blog, foi escrito com carinho e redijido por meu coração
    Abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  2. Meu dia hj =/
    como sempre lindoo *-*

    ResponderExcluir
  3. ameeeei, poetiinha *-*

    ResponderExcluir
  4. E... fim.

    Bela expressão de sentimento.

    Beijos André

    ResponderExcluir
  5. Gabryella Samállya30 de agosto de 2010 12:29

    dedé, é muito lindoo caraa!
    Beijoos

    ResponderExcluir